Podemos confiar na Bíblia?

O que faz da Bíblia um livro singular é exatamente o poder que ela tem de mudar vidas

Num dia de chuva, um descrente na Bíblia caminhava junto com um amigo cristão, e o criticava, pois dizia conhecer muitas pessoas hipócritas que se denominavam cristãs. “A Bíblia não tem lá muito efeito sobre a vida dos seus companheiros cristãos”, era a tese dele. O cristão nada disse até que ambos passaram por um lugar onde havia duas meninas brincando na Lama.

– Como estão sujas e enlameadas estas duas meninas – comentou o cristão.
– É verdade – respondeu o amigo que era fabricante de sabão. – Elas realmente estão muito sujas e bem enlameadas.

– Pelo que vejo – replicou o cristão, – o sabão que você fabrica não é lá muito bom porque não teve qualquer efeito sobre elas, não é?

– Você não pode dizer isso! – Respondeu o industrial, zangado. – Você sabe muito bem que sabão algum tem qualquer efeito sobre os que não o usam!

– É exatamente isso o que acontece com a Bíblia – afirmou logo o cristão, satisfeito pelo resultado do que dissera. – Ela não faz bem algum a qualquer pessoa, a menos que seja estudada e colocada em prática.

Os dias atuais se caracterizam pelo relativismo e pela falta de verdade. Cada pessoa quer escolher em que ela quer acreditar. A Bíblia Sagrada até é aceita como a Palavra de Deus por grande número de pessoas em todo o mundo. O problema reside no quanto dela é praticado e aceito como verdade. “Eu até reconheço a importância da Bíblia, mas quem me garante que seu texto não foi alterado ao longo dos séculos?”, é a pergunta que muitos fazem.

Muitas descobertas recentes têm reafirmado a inspiração divina da Bíblia e sua autenticidade. Poderíamos nos estender aqui sobre as descobertas de ruínas antigas, confirmando vários relatos bíblicos. E o que dizer dos Manuscritos do Mar Morto, descobertos no final da década de 1940? Textos bíblicos de até dois séculos antes de Cristo, que concordam com as versões mais recentes! Ainda assim, se falássemos apenas em achados históricos, deixaríamos de lado aquela que, sem dúvida, é a maior evidência de serem as Escrituras realmente a Palavra de Deus.

O jovem Alexandre Migliorini é um bom exemplo dessa evidência incontestável. Na adolescência envolveu-se com más companhias e começou a fumar e a beber. Aos 17 anos entrou em depressão profunda e acabou no mundo do roubo e das drogas. Depois de uma tentativa de suicídio frustrada, envolveu-se com traficantes e foi ameaçado de morte. Fugiu para Araçoiaba, interior de São Paulo. E foi lá que sua vida começou a tomar novo rumo.

Conheceu uma moça cristã e, graças à influência dela, passou a ler a Bíblia. “Certo dia, resolvi entregar o coração totalmente a Cristo, confiando na promessa bíblica de que todos os que vão a Jesus jamais se decepcionam”, diz ele, que hoje é um jovem ativo em sua igreja e desenvolve trabalho com toxicômanos e alcoólicos.

A Palavra de Deus é um livro singular. Seu poder reside no fato de que “jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo” (2ª Pedro 1:21). Não existe outro livro que tenha o poder de transformar radicalmente uma vida, um caráter. Porque a Bíblia fala de Cristo (cf. João 5:39), aqueles que a lêem e estudam, com espírito de oração, acabam desejando ser mais semelhantes a Ele – e é aí que ocorre o milagre.

Como entendê-la

Algumas pessoas dizem já ter tentado estudar a Bíblia, mas por não entender certos textos acabam desistindo. Não se daria isso pela utilização de uma metodologia inadequada? A própria Bíblia ensina como estudá-la. Note: “A quem, pois, se ensinaria o conhecimento? … Porque é preceito sobre preceito, preceito e mais preceito; regra sobre regra, regra e mais regra; um pouco aqui, um pouco ali” (Isaías 28:9 e 10). Um pouco aqui, um pouco ali. Eis o segredo.

A Bíblia deve ser pesquisada, pois há diversos assuntos e temas à espera do pesquisador sincero. Além disso, aqueles que se dedicam a essa tarefa contam com um auxílio indispensável, prometido por Cristo: “Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em Meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (João 14:26). Basta pedir a Deus que desvende os nossos olhos, para que contemplemos as maravilhas da Sua lei (cf. Sal. 119:18).

Como na história do cristão e do fabricante de sabão, a Bíblia só tem poder transformador na vida daqueles que a utilizam. “Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo” (Apoc. 1:3). “Ele, porém, respondeu: Antes, bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!” (Luc. 11:28). Experimente você também, e descobrirá que a Bíblia merece confiança e contém um poder além da imaginação humana. E esse poder está á sua disposição!

A Bíblia merece confiança?

1.Como a Bíblia foi dada à humanidade?
“Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo” (2a Ped. 1:21).

2. Que disse Jesus sobre as Escrituras?
“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de Mim” (João 5:39).

3. Como estudar a Bíblia?
“A quem, pois, se ensinaria o conhecimento? E a quem se daria a entender o que se ouviu? Acaso, aos desmamados e aos que foram afastados dos seios maternos? Porque é preceito sobre preceito, preceito e mais preceito; regra sobre regra, regra e mais regra; um pouco aqui, um pouco ali” (Isa. 28:9 e 10).

4. Quem nos ajuda a compreender a Bíblia?
“Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em Meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (João 14:26).

5. O que podemos pedir a Deus para compreender melhor a Bíblia?
“Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da Tua lei” (Sal. 119:18).

6. Como Deus considera aqueles que no passado não tiveram oportunidade de conhecer a mensagem da Bíblia?
“Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam” (Atos 17:30).

7. Que promessa Deus faz a nós? Como seremos “felizes”?
“Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo” (Apoc. 1:3).

“Ele, porém, respondeu: Antes, bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!” (Luc. 11:28)

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Bíblia Sagrada, Perguntas e Respostas Bíblicas e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s