Uma vez que o altar de incenso estava localizado no lugar santo do tabernáculo, como Hebreus 9:3 e 4 menciona que esse altar “pertencia” ao lugar santíssimo?

O Antigo Testamento menciona que o altar de incenso estava localizado no Lugar Santo, “diante do véu” que separava o Lugar Santo do Lugar Santíssimo (Êx 30:6; 40:26; 1 Rs 6:22), para que o sumo sacerdote pudesse queimar sobre ele, cada manhã e cada tarde, “o incenso aromático” ao Senhor (Êx 30:7 e 8). Embora localizado geograficamente no Lugar Santo, esse altar era tido como pertencendo tecnicamente ao Lugar Santíssimo (Hb 9:3 e 4), pois o incenso sobre ele oferecido era tido como penetrando além do véu, “perante o Senhor” (Êx 30:8).

Se o altar estivesse localizado no próprio Lugar Santíssimo, o sumo sacerdote não poderia oferecer sobre ele “incenso contínuo ao Senhor”, cada manhã e cada tarde (Êx 30:7 e 8), pois naquele compartimento o sumo sacerdote só podia entrar “uma vez por ano” (Hb 9:6 e 7), ou seja, no grande Dia da Expiação (ver Lv 16:1-34; 23:26-32). Portanto, mesmo pertencendo ao Lugar Santíssimo, o altar de incenso precisava estar no Lugar Santo para que o sumo sacerdote tivesse acesso diário a ele.

Artigo de autoria do Dr. Alberto Timm, publicado na Revista Sinais dos Tempos, julho/agosto de 2001. p. 30.

About these ads

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Perguntas e Respostas Bíblicas, Santuário e Temas Relacionados e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Uma vez que o altar de incenso estava localizado no lugar santo do tabernáculo, como Hebreus 9:3 e 4 menciona que esse altar “pertencia” ao lugar santíssimo?

  1. David disse:

    Mas falta a explicação do porque de Paulo o colocar no santíssimo. Isso foi um erro de Paulo ou dos copistas?

  2. Makaby disse:

    Embora o sacerdote queimasse estas especiarias santas no altar por mais de 700 vezes ao um ano, ele sabia que nenhum sacerdote a não ser o Sumo Sacerdote poderiam ir além daquele ponto, e apenas no Dia da Expiação.

    Lv 16:12 ” Tomará também o incensário cheio de brasas de fogo do altar, de diante do SENHOR, e os seus punhos cheios de incenso aromático moído, e o levará para dentro do véu.”

    O autor aos hebreus fala do sacrificio especifico de Yom kipur e no cap. 9 ele faz uma preliminar para depois explicar a obra de Yeshua no maderio e o sacrificio de Yom kipur que era feito uma vez por ano.

    Em resumo o altar ficava de fato no lugar santo mas em Yom kipur ele era removido para o lugar santissimo (Lv 16:12).

    Isso só prova que o autor era um grande conhecedor da Torar e nós não!

    Shabat shalom!
    Makaby Ben Yossef

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s