Estar quase salvo é estar totalmente perdido

Você está salvo ou perdido? Já sentiu medo de se perder? Já passou bem pertinho da morte?

Conta-se que, uma vez, havia um excelente nadador, que fazia algo curioso toda vez que iria nadar. Ele tinha o costume de correr até a água e molhar somente o dedão do pé sempre antes de qualquer mergulho. Depois ele voltava e praticava sua arte de mergulhar e nadar para valer.

Uma vez, alguém que estava muito intrigado com aquele comportamento, não agüentou a curiosidade. Você sabe que a curiosidade só é sadia, se ela for controlada pela razão, né? Aquela pessoa já havia tentado, de todas as formas, descobrir qual era a razão daquele procedimento estranho daquele nadador. Como não tinha descoberto, ela resolveu perguntar qual era a razão daquele hábito. O nadador sorriu e respondeu:

- Há alguns anos, certa noite, por ter perdido o sono, fui até à piscina para nadar um pouco. Como não estava tão escuro, não acendi a luz, pois a lua brilhava muito naquela noite. Quando estava no trampolim, vi a minha sombra projetada numa parede bem na minha frente. Como eu estava com os braços abertos, a sombra tinha um formato fantástico. A minha imagem formava uma magnífica cruz.

O mergulhador seguiu contando:

- Então, ao invés de saltar, fiquei ali parado, contemplando aquela bela imagem. Naquele momento, pensei na cruz de Cristo e no seu significado.
O curioso foi o que o nadador revelou:

- Mas você acha que eu tinha fé? Eu não era um cristão, mas aquilo me tocou porque, quando criança, eu tinha aprendido que Jesus tinha morrido numa cruz, por amor, para nos salvar e que deveríamos aceitá-Lo. Naquele momento, fiquei refletindo, pensando… Sentei-me no trampolim enquanto aqueles ensinamentos vinham-me à mente.

O atleta conta que não sabe quanto tempo ficou ali parado, mas, ao final, estava em paz com Deus. Daí, ele desceu do trampolim e resolveu só molhar o corpo e voltar para o quarto. Nesse momento, quando foi descendo na escadinha da piscina, para o espanto dele, descobriu que não havia uma gota de água na piscina. Os funcionários do hotel tinham esvaziado a piscina naquela tarde.

Aquele nadador confessou:

- Naquela noite, a cruz de Cristo salvou-me duas vezes: da morte física e da morte espiritual. É por isso que eu molho o dedão do pé antes de saltar.

Estar quase salvo é estar totalmente perdido. Somente se estivermos sempre dependendo totalmente do ministério salvador de Cristo é que estaremos salvos realmente.

Nos capítulos da leitura de hoje (Isaias 49-51), o assunto trata sobre essa obra maravilhosa que Jesus fez.
Sinta o toque dEle hoje!

About these ads

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Meditações Diárias e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s